Bem vindo(a) ao maior escritório do Brasil especializado na defesa na Lei Maria da Penha

7 motivos para escolher o Grupo KWS

Assista a Reportagem do Grupo KWS

DECLARAÇÃO PÚBLICA:O GRUPO KWS NUNCA TEVE UM CLIENTE CONDENANDO À PENA DE PRISÃO NA LEI MARIA DA PENHA

O Grupo KWS é um escritório especializado em Defesa na Lei Maria da Penha com mais de 15 anos de experiência no mercado nacional.

O presidente Grupo KWS, Dr. Júlio Konkowski, é um experiente advogado, especializado em diversas áreas do direito, mestrando, palestrante, parecerista, professor, coordenador em Comissões temáticas da OAB/SP.

Nos inúmeros processos envolvendo a defesa do homem na lei Maria da Penha, o CEO do Grupo KWS, Dr. Julio Konkowski, nunca teve um cliente condenado à pena de prisão na Lei Maria da Penha, nos termos da declaração pública registrada no 7º Cartório de São Paulo. Só quem confia no trabalho desenvolvido consegue provar seus excelentes resultados.

UM POUCO DA SATISFAÇÃO DOS NOSSOS CLIENTES

Confira nossas matérias

Desde sua promulgação, em 2006, a Lei Maria da Penha tem sido um marco na luta contra a violência doméstica, regulando medidas protetivas de urgência.

Entre elas, afastar o agressor do lar, proibição de aproximação e contato com a vítima, bem como proibição de frequentar os mesmos lugares são as mais comuns.

Entretanto, com o advento da lei nº 14.550/23, que entrou em vigor no dia 19/04/2023, as medidas protetivas passaram a ser consideradas autônomas em relação à infração penal, podendo ser aplicadas a partir de fatos não-criminais ou do simples depoimento da vítima.

A Lei Maria da Penha representa um divisor de águas na luta contra a violência doméstica no Brasil, estabelecendo medidas protetivas de urgência para as vítimas. Contudo, a aplicação dessa lei também pode gerar questionamentos, especialmente quando um homem é intimado sobre tais medidas.

Para lançar luz sobre este delicado assunto e orientar os passos a seguir, conversamos com o Dr. Júlio Konkowski, CEO do Grupo KWS e referência nacional em defesas na Lei Maria da Penha.

Confira nossa atuação na prática

Confira nosso escritório

Rolar para cima